Francesinha Blog Arquivo para Cabelo Natural - Francesinha Blog
Postado por: Bruna Andrade
cabelos category image
Postado em: 11 de jul de 2017
Óleos de Coco Sou + Cachos – Lançamento Yenzah

Olá meus amores, tudo bem com vocês?! A novidade do mês é o lançamento dos Óleos de Coco Sou + Cachos da Yenzah! Aí você ler “Sou + Cachos” e acha que só funciona para cabelo cacheado?! Aí que vocês se enganam, a linha é tanto para fios grossos como fios finos, ou seja, todos os tipos de cabelo!

Vocês sabem que falou em Óleo de Coco, falou da minha transição capilar. Para quem não sabe fazem 3 anos e meio que eu não faço mais progressiva e o óleo de coco me ajudou na fase mais difícil do meu cabelo, por isso eu amo tanto óleos vegetais.

Mas Bruna, como funciona essa linha?! Então, ela é composta por 3 Óleos de Coco: O Óleo de Coco + Abacate, o Óleo de Coco + Macadâmia e o Óleo de Coco Premium. Se o óleo de coco sozinho já fazia estrago nos frizz, nos fios desalinhados, imagina nessas combinações?!

Óleo de Coco + Abacate: Indicado para fios grossos com o objetivo de trazer nutrição, brilho, reparação fortalecedora, além de poder ser usado na Umectação Capilar. Portanto, se o seu cabelo é grosso e está com aspecto ressecado, danificado e está precisando de uma nutrição, é ele que você irá usar. A linha toda é sem enxague, então não pesa o cabelo, sabendo dosar a quantidade, é claro! Sem contar que o cheiro é maravilhoso, quem ama cabelo cheiroso?! Eu amo!

Óleo de Coco + Macadâmia: Indicado para fios finos com o objetivo de trazer maciez, brilho, nutrição e toque suave aos cabelos. Se o seu fio é descolorido, ele vai agradecer ter essa belezura em casa. Com a descoloração, seja para o loiro, para o ruivo ou para o cabelo colorido é nociva e afina o fio. O cabelo fica mais seco, sem vida e esse óleo traz a maciez, o brilho de volta e também pode ser usado na Umectação Capilar. Produto sem enxague e só pesa o cabelo se você usar muita quantidade, então vai aos poucos amiga!

Óleo de Coco Premium: Indicado para todo tipo de cabelo, ótimo para eliminar o frizz e hidratar o fio. Promete nutrição e brilho, além de ser usado para Umectação Capilar também! Lembrando que nenhum dos óleos é indicado aplicar na raiz e sim do comprimento até as pontas. Também é sem enxague e não pesa o fio. Sem brincadeira, o brilho é notável assim que aplicamos nos fios.

Agora a pergunta que não quer calar, quanto custa?!

O preço médio é entre R$23 e R$27 cada um.

Onde encontramos pra comprar?!

  • Óleo de Coco Premium: Yenzah | NetFarma | Beleza na Web | Lojas Americanas
  • Óleo de Coco + Macadâmia: Yenzah | NetFarma
  • Óleo de Coco + Abacate: Yenzah | NetFarma | Lojas Americanas

    Quem já usou?! O que acharam?! Deixem suas opiniões nos comentários. Um beijo e um queijo meus amores! Até a próxima (:


  • Postado por: Bruna Andrade
    cabelos category image
    Postado em: 08 de fev de 2016
    Minha transição capilar: 2 anos sem progressiva!

    Minhas lindeeeeeezas! Voooooltei e com notícias boas hein?! Lembram que há uns dois meses atrás postei um vídeo sobre a minha transição capilar? Então, fiz um outro vídeo mostrando como está meu cabelo 2 anos após deixar a progressiva de lado.

    Estou muito contente com o resultado de todas as hidratações caseiras, tanto com Kérastase, Redken, Matrix, Yenza, Silicon Mix, Assie como com o óleo de coco. Durante esses 2 anos que decidi não alisar mais e voltar a assumir meu cabelo natural, muita coisa aconteceu. Fiquei loira, voltei a ficar morena, tudo isso agrediu muito o cabelo, por isso a sua transição foi ainda mais demorada. Nesses últimos dois anos estive a base de chapinha, com vergonha de assumir meu cabelo real até que um dia me senti livre, preparada para assumi-lo e pasmem, o resultado foi melhor do que eu esperava.

    Há exatamente 3 semanas percebi que não sentia mais a necessidade de usar chapinha, que apenas secando meu cabelo já era o suficiente para que o mesmo me agradasse. Aaaaaí foi uma alegria totaaal! Fiquei encantada pelo meu cabelo, pela textura dele, por ele não ser nem liso, nem cacheado. E o melhor de tudo, posso pegar chuva e não me preocupar com o encolhimento do cabelo haha.

    Aí você pensa: “Quero parar de alisar meu cabelo, mas meu cabelo está horrível, parece uma palha!” – Aí eu te falo, não foram apenas momentos bons, tive dias de me olhar no espelho e querer raspar o cabelo, dias de não ter tempo para lavar, secar, chapar e ainda usar o babyliss para disfarçar nas pontas horríveis. Esses dois anos foram de muita força de vontade e ir empurrando com a chapinha até chegar o momento de libertação da mesma. E esse momento chegou. Estou muito feliz em poder compartilhar com vocês isso e sim, agora me verão na rua de cabelo natural! Chapinha? Quem? Hãm? Não fará mais parte do meu dia-a-dia, será apenas um artifício para mudar a textura do meu cabelo no dia que eu quiser usar e não sempre!

    Portanto, sintam-se encorajadas pois sou uma prova de que é possível sim voltar ao cabelo natural. Com bastante esforço, mas é possível! Confiram o vídeo:

    O que acharam? Quem também está nessa saga comigo? Quem ainda não teve coragem de largar a progressiva? Me contem a maior dificuldade de vocês, vou amar saber! Um beijo e um queijo!


    Postado por: Bruna Andrade
    cabelos category image
    Postado em: 09 de nov de 2015
    Minha transição capilar: 1 ano e 10 meses sem progressiva!

    Ter o cabelo liso foi praticamente o lema do século XXI, não é? Muitas de nós nos rendemos aos tratamentos químicos ou as chapinhas para ter um cabelo mais disciplinado, nem que seja apenas por um tempo determinado. Afinal, cabelo liso é lindo! Mas, será que vale toda essa judiação com o nosso cabelo?

    Durante muito tempo alisava meu cabelo com progressiva, já testei vários tipos de progressiva. Comecei com a de chocolate, fui para a de cenoura, aveia e mel, depois a de vinho, inúmeras que já perdi a conta. Até que encontrei a Plástica dos Fios, que me apaixonei. Foram uns dois anos usando a plástica, até que resolvi ficar loira e usar uma química ainda mais forte no meu cabelo que era a coloração. Fiquei loira através de luzes, foi um processo demorado (já contei aqui no blog, VEJAM AQUI). Com tamanha agressão meu cabelo quebrou, a textura dele mudou totalmente e comecei a pensar no porquê dele estar tão danificado. Foi assim que percebi que o formol e a amônia não funcionavam bem juntos, optei apenas em ficar loira. Conforme ia retocando o loiro, meu cabelo continuava danificado e todo o esforço de hidratação ia por água abaixo. Resolvi abrir mão do loiro e voltar ao meu tom de cabelo normal, para torná-lo um pouco mais saudável.

    Após voltar a ser morena, a textura do meu cabelo continuava a mesma, apenas a raiz que estava sem química era sedosa, brilhosa e saudável. Decidi aí que nem tão cedo alisaria meu cabelo por mais sofrido que fosse essa transição de voltar ao cabelo natural. Toda lavagem é um dilema de lavar, hidratar, secar e chapar. Ainda não consegui me livrar da chapinha, não me julguem. É muito difícil ainda sair na rua com metade do cabelo liso e outra metade danificada. O uso da chapinha acaba retardando o processo de restauração do cabelo, mas estou tentando deixá-la de lado em breve.

    Confiram o vídeo e entendam melhor a minha transição capilar:

    Se você está pensando em parar de alisar, se já parou, me contem aqui nos comentários, quero saber a opinião e medos de vocês. Terão outros vídeos sobre isso, espero que gostem. Um beijo e um queijo lindezas!